7 anos Laurita “Cielito lindo” – Mexicana de adeveras!

A ideia era não fazer festa… estamos perto de viajar… Daí propus ao marido só um almocinho pra família… com um tema especial… Deu nisso!

lala7_1

lala7_11

México é um país especial em nossa família! Foi lá que fizemos faculdade, foi lá que conheci o Lucas e lá tivemos a Laura Amélie, nossa lindeza mexicana de alma e nascimento. Chegamos ao Brasil ela tinha apenas 4 meses de idade… e até hoje não conseguimos voltar lá… mas mesmo estando longe, o México vive no meio da gente. Tenho uma cunhada (a Liz, minha fotógrafa preferida que vocês já conhecem) e 3 sobrinhos mexicanos (Elion, Fabrizzio e Lizzy Madelynn). Duas de minhas melhores amigas também moraram lá e também tem filhos mexicanos… precisa explicar mais??? Festa mexicana era um tema perfeito para todos nós!

convite_7anoslala_internet

O convite. Na foto, El Sierro de La Silla, cartão postal da belíssima cidade de Monterrey, capital de Nuevo León, estado que a Laura nasceu. (foto: da minha amiga @liccizem, instagram) E “Cielito lindo” é uma música típica de mariachis (veja google), que fala de uma menina linda de olhos negros…

ERI_5677-66

No momento que comentei sobre o tema com minha sogra e com minhas amigas todas ficaram animadas e começaram a fazer suas contribuições… –Dé, encomendei na Docices umas trufas de mariachis para vc colocar no bolo!  (Perfeito!)  –Dé, eu tenho um chapéu e uns tecidos… (Super!) Cunhis, você me ajuda fazer os leques coloridos? (fez toda a diferença) Sara, arruma o vestido que ficou grande e me dá uma mãozinha no sábado a noite? (Tenho amigos pra tudo gente! Num posso reclamar!!!) Mano, você faz uns tamales??? (Não conhecemos ninguém aqui no Brasil que saiba fazer tamales, só ele!!!) Meninas, vocês podem trazer as crianças usando vestidinhos típicos? (Acredita que elas tinham?) e a festa foi tomando forma…

lala7_9

Bolo de chocolate da Bebel, nossa aprendiz de cozinheira preferida e trufas de MariachisDocices.

lala7_7

Katrin, Becca e Maitê, lindezas!

lala7_4

Biel e Fabrizzio, os paisanos da Laurita. Mexicanos de adeveras! (Eu aguento essas caras do Fá??? rsrs)

lala7_5

Bebel caprichando nas tranças da Maddy! Ninguém tinha desculpa de sair sem tranças!

lala7_6

Até piñata eu tive que aprender a fazer, acredita? E os amigos mexicanos perguntaram: Mas não tem piñata no Brasil, como não??? Lá, não é festa, sem piñata!

ERI_5786-131

E até Lola que não conhecia a brincadeira adorou!!!

lala7_2

Conseguimos algumas iguarias típicas das padarias… Parecem cupcakes, mas são Madalenas recheadas de doce de leite… tem no supermecado DIA%, da rua da nossa casa. Os churros são assados, e encontramos congelados no SAM’S Clube.

lala7_12

Orejas (bolachas da Palmirinha), também no DIA% e as Obleas foi nossa amiga Kelen que trouxe do México especialmente para a festa.

lala7_10

lala7_3

ERI_5725-96

A festa foi mesmo uma delícia… Aproveitamos para ficar nostálgicos, matar a saudade de comer algumas comidas típicas (guacamole, tamales, frijoles refritos, nachos, elotes e mucha salsa picante!!)

lala7_13

ERI_5580-8

tomar água de jamaica (tem receita, click aqui)

ERI_5909-203

cantar e rir muito!

ERI_5844-165

Eu também te amo, meu bombom!

ERI_5848-166

ERI_5849-167

Cantamos todos juntos Cumpleaños feliz e Cielito Lindo, ao som de autênticos mariachis. rsrs
ERI_5852-168

Foi tanta música, que a vela quase não aguentou esperar…

ERI_5860-171

E pra arrematar, ela mordeu o bolo, claro!!!

ERI_5576-6

De lembrancinha, cactus comprados no CEAGESP de Sorocaba. R$40 a caixa com 15 ou 12, não lembro bem… rs

todosFestaLala

Eu queria mesmo, era ter uma casa maior… pra caber mais gente! rsrs Quem sabe ano que vem?!?

ERI_5829-162

Acho que a Laurita ficou feliz!!! Num acham?

O vestido lindo foi presente da tia Fran, que comprou em Monterrey e a Kelen trouxe. Foi o toque especial amiga! Muitíssimo obrigada!!!

ERI_5934-223

É lindão, nós dois “fazedores” de meninos e de festa, estamos fritos! Ano que vem serão 3!!!
As fotos maravilhosas são da Lizzclick. Curte lá o Facebook dela!!! (click aqui)
Anúncios

Casinha de bonecas – Lalá

casinha3

Quando a Laura fez 6 anos, o marido e eu ficamos por dias pensando num presente ideal… gostamos de presentear as meninas com coisas que possam ajudar no seu desenvolvimento, mas também deve ser algo divertido e que as faça feliz.

Sempre sonhei com uma casinha de madeira… e essa conquistou nosso coração imediatamente. Encontramos na loja Zastras no shopping Villagio de Sorocaba. Não custou baratinho… uns R$300 e tra lá lá lá. Mas valeu a pena cada centavo.

Não preciso nem dizer o quanto ela gosta de brincar… ela sequestra meus paninhos de crochêt pra fazer tapetes, e abusa das coisinhas das Pollys pra decorar… acho que a brincadeira nunca acaba!

casinha2

casinha1

A mesinha parece feita pra ela, mas eu achei ela meses depois na lojinha de importados aqui da minha cidade por R$19.
Comprei a casa em mdf natural, mas, as meninas tentaram colar papel no chão dela e não funcionou muito bem, e aí, tive que pedir pra pintá-la inteira de branco. Adorei o resultado, mas eu também amava ela na cor natural.
casinhas
O site Pirlimpimpim vende ela e outros modelos da mesma linha. Click aqui pra conferir!
Essas são as que o nosso Brasil oferece para nossas crianças.

Agora, buscando casinhas pela net, me deparei com essa nova casa de Barbie que me fez perder o ar… linda, charmosa, chiquérrima. Miniio é uma empresa polaca, fundada por duas mães que gostam de um bom design… eles também queriam oferecer para seus próprios filhos  brinquedos criativos da mais alta qualidade, que desenvolvesse a sua estética e pudesse divertir ao mesmo tempo.

Acho que vou pedir essa de natal pra mim! rs

6a00e54fbad0998834017c35b4ad79970b-700wi
6a00e54fbad0998834017c35b4ae1d970b-700wi

Presente perfeito


Revelando o presente secreto: UM LIVRO, claro!

No dia 23 de novembro, teve festa do pijama na escola da Laura, minha caçula. E, como de costume, tivemos que enviar um presentinho pra que ela recebesse… (inventaram um tal de caça ao tesouro, rsrs). Pensando no que enviar, lembrei desse livro que eu tinha comprado a algum tempo e guardado, com o objetivo de dar a ela.* 

A festa do pijama me pareceu perfeita para presentear um livro, com uma linda dedicatória de mãe para filha.

image

Eu preciso de um tempo com você… é da Editora Zastras. Escrito e belissimamente ilustrado por Anette Bley.

A leitura te leva a apreciar todos os momentos da vida cotidiana entre pais e filhos.

Preciso de um tempo 
para um olhar carinhoso
antes de me levantar de manhã…
e para um último beijo
antes de ir para a cama. 

image

As páginas possuem recortes  que trazem os novos textos e se trasnformam em novos cenários. 

Na primeira vez que li, chorei.  ♥

A venda na Saraiva por R$34,90, click aqui.

*Costumo comprar coisas, apetrechos, livros e afins; e deixar guardado em casa pra situações de emergência, (tanto pras minhas meninas, como para os amiguinhos). Não gosto de ser pega desprevenida. Vira e mexe premio elas com um mimo, sem razão absoluta. rsrs

Festa Matrioska da Lalá

6 anos da Laura {Matrioska}

Depois de muito planejar… o café da manhã da Laurinha aconteceu!!! Foi uma festinha pequena, mas recheada de amor! Passamos um tempinho entre família e alguns amigos… E também aproveitamos pra comemorar o Dia dos Pais e no caso dela, QUE PAI! Um pai que participa, que levanta animado após ter dormido apenas 4 horinhas de sono, que sai com a listinha na mão e não esquece nenhum item dela, que encomenda bolo, docinhos e faz um chocolate batido delicioso… mmmmmmmmmmmm… ele faz a festa acontecer! Obrigada papai e parabéns Laurinha, por mais esse ano de doçura em nossas vidas.

Tio Binho caprichou!!!

Sejam bem-vindos!

Ainda falta arrumar um detalhezinho aqui e ali…

Enquanto isso o papai termina a especialidade dele (a bagunça faz parte!).

E o tio Binho ajuda a preparar o chantilly pros cupcakes…

Tia Liz registra todos os detalhes.

E até faz um lindo penteado, bem estilo Pinterest, pra Bebel arrasar!!!

O dia está mais que perfeito.

Temos até avião no céu!!! rsrs

Cupcakes da Bebel para Lalá, com muito amor de irmãzinha…

Você pode se deliciar com frutinhas no palito.

Torradinhas e pão sírio.

Patê de atum + philadelfia, ricota + manjericão, beringela, guacamole, tomate + azeitonas, etc.

Salada de frutas.

Chocolate + chantilly.

Bolo.

E muitos outros quitutes.

As crianças se divertem ao som de Palavra Cantada.

E revesam o fruit ninja no X-Box.

Ficou tudo muito lindo.

Melhor do que eu esperava…

Ela estava muito feliz, estava radiante!

E então? Vamos cantar???? Parabéns pra você…

Faz um pedido…

Me ajuda gente!!!

Com direito a mordida, como uma boa mexicana…

 Que delícia Laurinha!!!

Ganhou tanto presente legal, que teremos que dedicar um post exclusivo a eles…

Laurinha 6 anos

A “princesa”, uma calopsita muito dengosa… que ela ganhou do vovô Hélio. Ela vai morar na casa da vovó e de vez em quando virar nos visitar.

Espero que tenham gostado…

Desfruto muito esses momentos da vida… planejo e sonho junto. Minhas festinhas são simples, caseiras, não há complicações… o que faz delas um momento especial é o amor com que cada detalhezinho é feito. Termino essa com gostinho de quero mais… e teremos mais, pode apostar!!!

Fotografia – Lizzclick – www.lizzclick.com – (15) 8147 9998 – lizzpe@hotmail.com –

Curta a página da Lizzclick no Facebook

O impossível


o impossível

Existem limitações em minha vida de mãe, que me incomodam profundamente. Uma delas é a minha dificuldade em fazer minha filha mais nova, Laura Amélie, reagir positivamente ao novo, ao inusitado. Pode ser o que for: entrar em uma casa que ela nunca entrou; ir por primeira vez a uma igreja; dizer oi a um “estranho” (amigos nossos que ela não conhece); dizer tchau; atender ao telefone (ela paralisa de medo, não tem coragem nenhuma); tocar uma campainha; sentar sozinha, mesmo que ao meu lado, no teatro. Tudo passa a ser um horror, é como se ela estivesse pronta pra cair em um abismo, se ela der um passo a terra engole ela, ela paralisa, começa chorar silenciosamente, mais em desespero. Não houve receita ou método que a faça sair desse clima de pânico.  

Bem. O ano passado, em sua festa de 5 anos, aconteceu 2 vezes seguidas. Minha sorte, é ter uma amiga psicóloga, fantástica, biônica, genial, que se trancou com a Laura num cômodo da casa e em questão de minutos, Laurinha saiu de lá sorridente e feliz de usar sua fantasia de coelhinha… eu mesma, não teria conseguido.

Eu sei que, na maioria das vezes, ela faz pra chamar minha atenção. Mas nem sempre é isso. Porque não consegue dizer ALÔ? Quem está falando? Porque não consegue descer do carro e dizer pra monitora do portão da escola da irmã: –Chama a Elina. Porque? Eu não consigo reagir positivamente, fico desesperada, não consigo aceitar que ela chore por pânico de fazer algo assim tão simples…

O que devo fazer? Como me comporto quando essas coisas acontecem? Ignoro? Será que ignorar é o melhor? Ela poderá crescer e continuar travando em qualquer situação nova que a vida apresentar. Eu não sei… mas vou descobrir.

Minha missão com Laurinha é conseguir que ela entenda que ela é capaz de fazer qualquer coisa, que ela pode errar e mesmo assim estaremos aqui apoiando ela. Que ela seja capaz de encarar as dificuldades da vida de frente, sem temor, compreendendo que é humana e possui limitações. Mas que sobretudo, ela possa ser capaz de tentar, mesmo o impossível.