Pausa no vegetarianismo

Me tornei vegetariana a um pouco mais de 6 anos. Minha amiga Karen me levou o vídeo “A Carne é Fraca”, e ele me impressionou bastante. Claro que a bandeira dele é tentar preservar o animal, e durante todo o vídeo me chocou bastante a crueldade que os bichinhos são submetidos, etc… Mas o que me levou a tomar a decisão foi o fato desse consumo (o da carne em geral) estar afetando o planeta em que vivo e como ele altera o ecosistema. E claro, a maior questão é o fato de não saber a procedência daquilo que estou comendo, o não saber se estou ganhando saúde ao me alimentar. Ainda que saúde envolve muito mais que deixar de ingerir carne ou embutidos. Foram diversos os hábitos que tive que mudar, para me considerar uma pessoa que luta para ter saúde. E ainda estou longe de ser saudável. A luta é constante, é diária.

Conto isso, porque depois de 6 anos sem comer, comi. Nesses dias que passei na Bahia acabei não resistindo à carne do sol; ela sempre faz isso comigo, me traz uma nostalgia… é um sabor da infância que me lembra coisas boas e boas pessoas… mexe comigo. Com isso não nego o vegetarianismo, só dei um parêntesis.

O vegetarianismo não precisa ser um fardo. Precisa ser leve, inteligente e coerente. Ele é apenas um passo que se toma para se viver saudável.

Veja o vídeo, e tome também a decisão. Mesmo que depois de alguns anos vc caia assim como eu caí. Levante-se e continue lutando.